Sociedade Industrial Destrói Mente e Ambiente

por SUSHIL YADAV

A ligação entre Mente e problemas Ambientais / Sociais.

O estilo de vida rápido, consumista da Sociedade Industrial está causando crescimento exponencial de problemas além de destruir o ambiente. Todos os problemas estão interligados. Nossas Mentes não podem estar pacíficas quando a atenção está baixada para nanosegundos, microsegundos e milisegundos. Nossas mentes não podem estar pacíficas se destruímos a Natureza.

Sociedade Industrial Destrói Mente e Ambiente.

Tema: Numa sociedade rápida emoções lentas são extintas.
Tema: Uma mente pensante não pode sentir.
Tema: Pensamento Científico/Industrial/Financeiro destrói o planeta.
Tema: O ambiente nunca poderá ser salvo enquanto cidades existirem.

Emoção é o que experimentamos durante lacunas em nosso pensamento.

Se não há lacunas não há emoção.

Hoje as pessoas estão pensando o tempo todo e estão confundindo pensamento (palavras/linguagem) com emoção.

Quando a sociedade troca de trabalho físico (agricultura) para trabalho mental (científico/ industrial/ financeiro/ visuais rápidos/ palavras rápidas) a velocidade do pensamento continua a acelerar e as lacunas entre os pensamentos continuam a diminuir.

Chega um tempo em que quase não há mais lacunas.

As pessoas se tornam incapazes de experimentar/ tolerar lacunas.

Emoção acaba.

Homem se torna máquina.

Uma sociedade que acelera mentalmente experimenta toda lentidão física como Depressão / Ansiedade

Uma sociedade (viajante) que acelera fisicamente experimenta todo momento que não é entretenimento como Depressão / Ansiedade

Uma sociedade que se entretém diariamente experimenta todo momento não-entretenimento como Depressão / Ansiedade

Visuais/ palavras rápidos fazem emoções lentas se extinguirem.

Pensamento Científico/ Industrial/ Financeiro destrói circuitos emocionais.

Uma sociedade rápida (grande) não pode sentir dor / remorso / empatia.

Uma sociedade rápida (grande) sempre será crual com Animais/ Árvores/ Ar/ Água/ Terra e a Si Mesma.

Estou tentando ter o seguinte experimento conduzido num laboratório de psicofisiologia/ bio-química.

Existe uma ligação entre velocidade visual / verbal ( em percepção, memória, imagem ) e o estado bio-químico do cérebro e do corpo.

Emoção pode intensificar / manter somente quando processos visuais e verbais associados com a emoção desacelerem ( pára/ congela ).

O grau de dificuldade de uma emoção depende do grau de congelamento (de visuais e palavras ) requeridos para intensificar e manter essa emoção.

Experimento:

Sujeitos (preferencialmente atores especializando em papéis trágicos / cômicos ) serão requisitados assistir um filme mudo mostrando quaisquer dos seguintes:-

(1) Sofrimento Humano
(2) Sofrimento Animal
(3) Sofrimento ( Destruição ) de Ar / Água / Terra / Árvores

Os sujeitos serão requisitados a intensificar e manter o sentimento subjetivo de dor/ tristeza para o sofredor.

As mudanças químicas associadas com a emoção no corpo (sangue) seria medida por métodos apropriados.

O filme mudo seria mostrado em diferentes velocidades:
(1) 125% da velocidade normal.
(2) Velocidade normal/real
(3) 75% da velocidade normal.
(4) 50% da velocidade normal.
(5) 25% da velocidade normal.

Resultados :

(1) Intensidade da emoção aumenta com a diminuição da velocidade visual
(2) Intensidade da emoção é máxima quando velocidade visual é mínima (25% da velocidade normal)
(3) A quantidade de mudança química associada com a emoção no corpo (sangue) se revelará maior com a diminuição na velocidade visual.
(4) A mudança química é máxima quando a velocidade visual é mínima.
(5) A quantidade de mudança química irá aumentar com a diminuição da frequência de respiração. A respiração se torna tão lenta e não-rítmica que pára por algum tempo nos estágios de inalação/ exalação.

As co-relações acima serão válidas para todos os sujeitos -até para aqueles que não conseguem sentir dor/ tristeza. Tais sujeitos irão experimentar emoções associadas com tédio/ desconforto/ inquietação/ irritabilidade/ mal-estar. As substâncias químicas liberadas serão diferentes mas as co-relações entre velocidade visual e quantidade de substâncias químicas serão as mesmas ( as frequências de respiração serão diferentes/ rápidas). Todos os sujeitos experimentarão algum tipo de emoção.

[Se os cientistas podem descobrir 4000 substâncias diferentes na fumaça do cigarro então podem certamente detectar as poucas substâncias liberadas no sangue quando experimentamos emoções de nível mais alto como dor, empatia, compaixão, remorso etc…]

No 2º estágio do experimento iremos substituir o vídeo de filme mudo com um Narrador ( apenas Áudio ) e repetir o procedimento estabelecendo a ligação entre intensidade de emoção e velocidade verbal. O narrador irá diminuir a velocidade verbal– fazendo pausas/ silêncio entre as palavras.

Por favor note:
(1) Uma mente pensante não pode intensificar / manter qualquer emoção. Enquanto esta declaração é geralmente verdadeira para todas as emoções, é particularmente verdadeira para todas as emoções dolorosas.

(2) Dor / remorso / empatia não podem ser experimentadas numa sociedade na qual velocidade visual (verbal) e frequências de respiração estão rápidas. É impossível.

Prova.
Prova da ligação entre dor e visuais / palavras lentas:-

No último século o homem fez milhares de filmes / películas sobre vários temas / assuntos. Sempre que dor / tragédia é mostrada em qualquer filme os visuais (cenas) e palavras ( diálogos) são sempre desacelerados. Em muitos filmes a tragédia é mostrada em câmera lenta. No momento mais intenso de dor o filme quase se torna estático / estacionário.

Filmes de tragédia fornecem prova / evidência direta da ligação entre dor e lentidão.

Dor pode intensificar / manter somente quando velocidade visual ( e verbal ) desacelere (pare/ congele).

Mudança na velocidade visual ao longo dos anos.

Há mil anos visuais mudavam apenas quando o homem se movia fisicamente para um novo lugar onde outras pessoas ( animais/pássaros ) ou objetos ( nuvens / água ) fisicamente se moviam antes dele.

Hoje o homem senta em frente à TV / Computador e assiste os visuais / áudios que mudam rapidamente.

Ele senta em um veículo ( carro / trem / ônibus ) e enquanto se move ele assiste rapidamente os visuais mudando.

Ele vira as páginas de um livro / jornal / revista e vê muitos visuais / textos num curto período de tempo.

Mudança na velocidade verbal ao longo dos anos.

Em tempos antigos processamento verbal estava “vivo” na natureza- i.e. acontecia quando as pessoas de fato falavam. Hoje existe processamento verbal sem parar dentro da mente através da mídia impressa e eletrônica ( jornais, livros, revistas, rádio, televisão, computador etc…) como resultado a velocidade e conteúdo verbal aumentaram milhares de vezes.

A velocidade dos visuais ( e palavras ) aumentou tanto durante os últimos cem anos que hoje o cérebro humano se tornou incapaz de se concentrar em visuais /palavras lentos através da percepção, memória, imagens.

Se não podemos nos concentrar em visuais / palavras lentos não podemos experimentar emoções associadas com visuais / palavras lentos.

Antes do advento da Revolução Industrial o pensamento do homem era limitado principalmente à:

(a) processamento visual ( visuais lentos )
(b) processamento verbal / de linguagem ( palavras lentas )

Hoje há varios tipos de pensamento rápido:

(1) processamento visual ( visuais rápidos )
(2) processamento verbal / de linguagem ( palavras rápidas )
(3) Pensamento Científico / Técnico ( rápido )
(5) Pensamentos de negócios ( rápido )

(3), (4) & (5) estão associados com Números / Símbolos / Equações / Gráficos / Circuitos / Diagramas / Dinheiro / Contabilidade etc.

Enquanto a mente está fazendo este tipo de pensamento ela não pode sentir nem uma emoção – nem um pouco de emoção.

Numa sociedade rápida emoções lentas são extintas.
Numa sociedade pensante ( científica / industrial ) a própria emoção se torna extinta.

Emoção é o que resta na mente quando o processamento visual/ verbal diminui (pára/ congela)

Existe uma certa categoria de pessoas que sentem mais emoção (experiência subjetiva) que outras.

Se tentarmos entender por que (e como) eles sentem mais emoção nós podemos aprender bastante sobre emoção.

Escritores, poetas, atores, pintores ( e outros artistas )

Escritores
Escritores fazem processamento verbal ( e associado com visual) o dia inteiro – todos os dias.
Eles fazem processamento verbal lento ( associado com visual) todos os dias.
(Um romance que lemos em 2 horas pode ter levado 2 anos para escrever. Esta é também a razão pela qual o leitor nunca pode sentir a intensidade e duração da emoção experimentada pelo escritor )

Poetas
Poetas fazem processamento verbal ( associado com visual ) o dia inteiro – todos os dias. Existe mais emoção em poesia do que em prosa. Isto acontece porque há muito poucas palavras ( e visuais associados ) em poesia mais do que qualquer outro tipo de escrita. Existe um grande grau de congelamento / diminuição da velocidade de visuais & palavras em poesia.

Atores
Atores fazem processamento verbal ( associado com visual ) o dia inteiro – todos os dias. Durante filmagens / ensaio eles repetem os diálogos ( palavras ) várias vezes ( os visuais / cenas associados também são repetidos junto com os diálogos )

Pintores
Pintores fazem processamento visual ( associado com verbal ) o dia inteiro – todos os dias. Eles fazem processamento visual extremamente lento – O visual na tela muda apenas quando o pintor adiciona ao que já existe na tela.

Há alguns pontos importantes a serem notados:

Todas estas pessoas fazem processamento verbal & visual – o dia inteiro – todos os dias.
Eles fazem processamento visual & verbal lento.
Eles não fazem processamento científico / industrial / de negócios o dia inteiro – todos os dias.

A maioria das pessoas da cidade fazendo trabalho mental ou fazem o tipo de processamento mental associado com Números / Símbolos / Equações / Gráficos / Circuitos / Diagramas / Dinheiro / Contabilidade etc… ou eles fazem processamento visual ( verbal ) rápido o dia inteiro – todos os dias.

Este tipo de pensamento ( processamento ) chegou à existência apenas nos últimos 200 anos e destruiu nossa habilidade ( circuitos ) emocionais.

Uma vez que aceleramos nossas mentes nos tornamos incapazes de desacelerá-la [levaria anos de esforço para desacelerar]. Pode-se entender desta forma – Um supercomputador não pode processar na velocidade de um computador normal. Uma vez que aceleramos [e já estivemos acelerando por várias gerações] não podemos diminuir porque os circuitos neuras foram alterados – a bio-química do cérebro e sua anatomia muda.

Intensidade auto-definida ( subjetiva ) de emoção está quase sempre errada.

Suponha que a intensidade máxima (e duração) de uma emoção em particular que pode ser experimentada por qualquer ser humano é 100 unidades.

Vamos supor que a intensidade máxima (e duração) dessa emoção experimentada por duas pessoas A & B em suas vidas é:
A – 100 unidades
B – 20 unidades

Agora suponha que A & B se tornam cobaias num dia qualquer e são pedidos para sentir aquela emoção em particular sob condições experimentais ( ou fora do laboratório ) e a intensidade & duração que eles realmente experimentam é :

A – 90 unidades
B – 18 unidades

Se A & B então são pedidos para indicar a intensidade & duração da emoção numa escala de 0 – 10 suas respostas provavelmente seriam:

A – 9
B – 9

Quem está certo e quem está errado ?
A está certo.
B está errado – B está errado por uma grande margem – B experimentou uma intensidade (e duração) de 18 unidades de um máximo de 100 unidades e sua pontuação correta / verdadeira deveria ter sido 1.8

Auto-definição ( e auto-avaliação) só pode ser precisa se as pessoas possuirem a capacidade de experimentar as mais altas intensidades & duração ( unidades ) da emoção em particular do estudo.

Em pequenas (lentas) sociedades baseadas na agricultura a mente costumava experimentar um sentimento de emoção o tempo todo por causa do trabalho físico e processamento visual/verbal lento. As pessoas que fazem trabalhos físicos experimentam o mesmo sentimento subjetivo que é experimentado por pessoas que fazem exercícios físicos. [Pessoas que fazem trabalho físico também dormem muito melhor que pessoas que fazem trabalho mental – a qualidade do sono é bem melhor]. Se lermos literatura de mil anos de idade não iremos encontrar o termo “tédio” – o conceito de tédio não existia em sociedades lentas. Existiam grandes lacunas entre os diferentes visuais e entre palavras/ frases – e as pessoas possuiam a capacidade de experimentar/ tolerar as lacunas – era normal para eles.

A emoção só pode intensificar / sustentar quando o processamento visual / verbal desacelera ( pára / congela ). Numa sociedade (de pensamento) Industrial as pessoas experimentam muito pouca emoção por causa de pensamento ( visual / verbal / científico / industrial / negócios) rápido.

Suponha que a intensidade e duração de uma emoção em particular ( para a maioria das pessoas ) numa sociedade rápida reduziu para 5 unidades ( de 100 unidades que as pessoas costumavam experimentar em sociedades mais antigas / lentas).

Se tais pessoas experimentarem 4 unidades de emoção eles irão dar a si mesmos uma pontuação / avaliação de 8 numa escala de 0-10, na realidade a pontuação real deveria ser 0.4

[Por favor note:
Emoções rápidas = emoções associadas com visuais rápidos/palavras rápidas/respiração rápida/batimento cardíaco rápido.
Emoções lentas = emoções associadas com visuais lentos/palavras lentas/respiração lenta/batimento cardíaco lento.
Índice de pensamento = número de visuais/palavras processados por minuto.
Lacunas entre pensamentos = lacunas entre visuais/ palavras/ frases.]

Pensamentos e Emoções estão interligados – mas são coisas diferentes – totalmente/ completamente diferentes.

Palavras podem ser faladas – palavras podem ser lidas – palavras podem ser ouvidas.

Emoção é uma experiência subjetiva. Outros exemplos de experiências subjetivas são gosto, cheiro, toque, dor de cabeça, dor de estômago.

Pode-se entender a diferença desta forma:

Quando comemos uma maçã podemos sentir o gosto de maçã. Maçã pode nos dar gosto de maçã – mas maçã não é gosto.

Se colocarmos suco de maçã num copo – o copo não irá sentir o gosto – não possui a capacidade de sentir gosto.

Se uma pessoa come uma maçã ela irá sentir o gosto – porque ele possui a capacidade de gerar gosto a partir de maçã.

Palavras/ visuais podem evocar, intensificar e sustentar emoções – mas palavras/ visuais não são emoções.

Em toda área existe trabalho/atividade fácil e trabalho/atividade difícil.

Em matemática existe matemática fácil e matemática difícil. Todos podem somar 2+4 em microsegundos. Um problema de matemática de nível PhD levaria horas [ou mais] para resolver – e isso apenas por alguém que passou 20 – 25 anos aprendendo matemática até o nível PhD.

Da mesma forma na área das emoções existem emoções fáceis e emoções difíceis. Emoções fáceis são evocadas em nanosegundos, microsegundos e milisegundos – ira, desejo, medo, prazer, entretenimento e excitação são alguns exemplos. Estas emoções estão associadas com respiração e ritmo cardíaco rápidos. Estas emoções não necessitam de lacunas entre os pensamentos para serem evocadas, intensificadas e mantidas. Estas são as emoções que podem ser encontradas em todo lugar na sociedade rápida de hoje.

Há então as emoções difíceis – que requerem habilidade e anos de esforço para desenvolver – emoções associadas com dor, compaixão e estados mentais pacíficos são alguns exemplos. Estas emoções estão associadas com respiração e ritmo cardíaco lentos. Estas emoções requerem congelamento do pensamento – congelamento de visuais e palavras – enormes quantidades de lacunas entre os pensamentos – para evocar, intensificar e sustentar.

Os experimentos que eu propus são primariamente direcionados para aquelas pessoas que entendem apenas a linguagem da ciência. Não precisamos de experimentos para entender que nosso estilo de vida atual está destruindo nossas Mentes e Ambiente – a evidência está em todo lugar – esquerda, direito e centro. A obsessão e fetiche por ciência e provas científicas existiu principalmente pelos últimos 50 – 100 anos. As pessoas viveram neste planeta por milhares de anos sem precisar de provas científicas para entender qualquer coisa. Foi a Ciência e Tecnologia que criaram a Sociedade Industrial consumista que levou à destruição da Mente e Natureza/ Ambiente. Quem precisa de mais ciência ou de mais provas científicas. Ciência não é a solução – Ciência é o problema.

Algumas pessoas exigem provas de tudo. Eles não irão aceitar nada sem provas. Como as pessoas aceitam seus pais como seus pais? Onde está a prova?
A prova científica vem do teste de DNA. Quantas pessoas fizeram o teste de DNA?

Duas coisas que destruíram o Ambiente são – Superpopulação e Superconsumismo. Ciência e Tecnologia são responsáveis por ambos os problemas. A população mundial era menos que 1 bilhão no ano 1800. A Natureza tinha seu modo de controlar a população através da doença e morte causada por bactérias e vírus. Quando o homem criou remédios/ antibióticos ele criou desastre – a população aumentou muito rapidamente. Na ausência da “Agricultura Industrial” a capacidade de alimentar do solo manteria a população sob controle. Se a Revolução Industrial não tivesse acontecido, a destruição ambiental devido a produção de bens de consumo não existiria. Na ausência da Ciência, Tecnologia e “Revolução Industrial” nós não estaríamos enfrentando os problemas que vem causando destruição de ecossistemas – superpopulação e superconsumismo.

Humanos são incapazes de fazer soluções. Humanos sempre criaram problemas. Todas as soluções do Homem tem sido na verdade problemas disfarçados – elas levaram a problemas maiores e mais amplos. A busca por uma solução é em si o maior problema.

(1) Uma espécie pensante destrói o planeta.
(2) Animais viveram na terra por bilhões de anos (em grande número) sem destruir a natureza
(3) Eles não destruíam a natureza porque seu pensamento / atividade estava limitado a procurar comida uma única vez.
(4) O homem existiu na terra em grande número por apenas alguns milhares / algumas centenas de milhares de anos
(5) Dentro deste curto período o Homem destruiu o meio ambiente.
(6) Esta destruição se deu devido ao pensamento do Homem.
(7) Quando o homem pensa ele faz coisas.
(8) Quando ele faz coisas ele mata animais / árvores / ar / água / terra.
( Nada pode ser feito sem matar estes cinco elementos da natureza ).
(9) Uma espécie pensante destrói o planeta.

Inteligência É uma maldição.

Este planeta está à beira da destruição total.

A causa da destruição é – hiperatividade.
[De milhões de espécies neste mundo a espécie humana é a única que caiu na hiperatividade]

A causa da hiperatividade é – Inteligência.
[O meio ambiente nunca teria sido destruído se o Homem fosse apenas tão inteligente quanto animais]

A inteligência é uma maldição – uma doença – uma inaptidão – uma anormalidade.

A inteligência é a maior causa / fonte de destruição neste mundo.

[Na verdade a Inteligência é a única causa de destruição neste mundo além de causas naturais]

Trabalho mental é danoso para a mente e planeta.

A vida nunca foi boa no passado.

A vida nunca será boa no futuro.

A vida nunca pode ser boa.

Sofrimento é uma parte da vida – um elemento inerente à vida. Sofrimento nunca pode ser eliminado.

Existe sofrimento Físico – Existe sofrimento Mental.

Na sociedade pré-industrial existiam doenças físicas causadas por vírus e bactérias.
Na sociedade moderna existem centenas de doenças físicas relacionadas à estilos de vida – Câncer, Derrame, Diabetes, Obesidade, Falência Múltipla de Órgãos.

Sofrimento mental sempre existirá. Ele existe na sociedade agrária. Ele existe na sociedade industrial. Assim que paramos de trabalhar experimentamos sofrimento mental.

Nós evitamos o sofrimento mental trabalhando incessantemente.

Não há nenhum propósito maior por trás do trabalho.

As pessoas não trabalham porque querem trabalhar.
As pessoas trabalham porque não conseguem parar.

A energia gerada pela comida que comemos nos força a trabalhar incessantemente.

Energia = Energia[Trabalho Físico] + Energia[Trabalho Mental] + Energia[Sofrimento/ Experiência Subjetiva]

Todas as três energias no lado direito são inversamente proporcionais umas às outras.

Quando fazemos trabalho duro físico ou trabalho duro mental ou uma combinação de trabalho físico e mental quase toda energia é usada para fazer o trabalho.

Quando paramos o trabalho físico e mental a energia não usada é experimentada como sofrimento/ ansiedade/ inquietação/ desconforto. Este sofrimento é tão intenso – tão insuportável – que a maioria das pessoas não consegue parar com as atividades físicas e mentais simultaneamente nem mesmo por 2 minutos – eles conseguem parar o trabalhoo/atividade somente sob a influência de drogas e álcool.

As pessoas não trabalham porque querem trabalhar.
As pessoas não trabalham por suas famílias.
As pessoas não trabalham por seus países.
As pessoas não trabalham por nenhuma razão.

As pessoas trabalham porque elas não conseguem parar de trabalhar.

Não importa que tipo de trabalho fazemos – seja trabalho físico ou qualquer tipo de trabalho mental. Assim que paramos de trabalhar sofremos de inquietação, ansiedade, mal estar e desconforto.

[ Na Yoga e Meditação a meta é parar a Atividade Física e Atividade Mental simultaneamente – e então transformar a experiência subjetiva de agitação/ ansiedade/ sofrimento em paz. Isto requer habilidade e anos de esforço ]

Para a maioria das pessoas a escolha é entre trabalho físico e mental.
A troca do trabalho físico para o trabalho mental é desastrosa para o planeta.

O homem pode fazer o mesmo trabalho físico todos os dias.
O homem não pode fazer o mesmo trabalho mental todos os dias.

Quando o homem costumava fazer trabalho físico ( em fazendas e outras atividades relacionadas ) ele podia fazer o mesmo trabalho repetitivo dia após dia – geração após geração.

Depois da Revolução Industrial quando o homem trocou para o trabalho mental ele começou um processo sem fim de fazer novas máquinas / coisas / produtos — um processo que só pode terminar com a completa destruição do ambiente ( planeta ).

Quando fazemos bens de consumo matamos Animais / Árvores, Ar/ Água e Terra – diretamente ou indiretamente.

A Sociedade Industrial destrói ecossistemas – toda Sociedade Industrial destrói ecossistemas.

Pouco importa se é uma “Sociedade Industrial Capitalista” – “Sociedade Industrial Comunista” – ou “Sociedade Industrial Socialista”.

A Sociedade Industrial destrói ecossistemas em todos os seus estágios de funcionamento – quando bens de consumos são produzidos – quando bens de consumo são usados – quando bens de consumo são descartados/ reciclados.

Material bruto para indústria é obtido cortando Florestas. É extraído minerando/ cavando a terra. Vem da destruição de Árvores, Animais e Terra.

Indústrias/ Fábricas usam Água. A água que vem das Fábricas está contaminada com centenas de substâncias químicas tóxicas. A Indústria mata Água. O que falar dos Rios – Oceanos inteiros foram poluídos.

Indústrias/ Fábricas queimam milhões de toneladas de combustível e quando material bruto é derretido/ esquentado, centenas de substâncias químicas tóxicas são liberadas na atmosfera. A Indústria mata o Ar.

A Sociedade Industrial já cobriu milhões de milhas quadradas de terra com cimento e concreto. A Indústria mata a Terra.

Quando bens de consumo são descartados/ jogados fora em aterros novamente isto leva à destruição de ecossistemas.

Quando bens de consumo são reciclados, centenas de substâncias químicas são lançadas no ar, água e terra.

Bens de consumo são vendidos/ comercializados através de uma rede de milhões de quilômetros de ferrovias / estradas de rotas de comércio que causam destruição de todos os ecossistemas que entram no caminho.

Hoje 50% da população mundial – 3 bilhões de pessoas estão vivendo em cidades. O trabalho necessário de cultivar/produzir Comida está sendo feito fora das cidades – em vilas e zonas rurais. A maioria das pessoas vivendo em cidades estão engajados em trabalhos desnecessários – fazer coisas, comprar coisas e vender coisas. A troca do trabalho Físico para o trabalho Mental/ de Mesa levou a um ciclo sem fim de trabalho desnecessário e destrutivo.

Quando a sociedade troca trabalho físico por mental começa a fazer milhares de bens de consumo. As pessoas começam a chamá-los de necessidades. Não são necessidades – 90% dos bens de consumo que vemos hoje não existiam há 50 anos atrás.

Comida, Água, Air, Poucas roupas, Pouco Abrigo – esta são necessidades.

Feche seu nariz e pare de respirar por alguns minutos – você então saberá o que é necessidade.

Pare de beber água por alguns dias – você então saberá o que é necessidade.

Pare de comer comida por alguns dias – você então saberá o que é necessidade.

Hoje as pessoas estão fazendo milhares de bens de consumo – não porque são necessidades – mas porque eles não conseguem parar de fazê-los. As pessoas não conseguem parar realizar trabalho – Depois de trocar para o trabalho mental eles irão continuar a fazer milhares de bens de consumo desnecessários. A Sociedade Industrial está destruindo coisas encessárias [Animais, Árvores, Ar, Água e Terra] para fazer coisas desnecessárias [Bens de Consumo]. Esta é a razão da troca do trabalho físico para o mental é tão destrutiva. Este é o ponto sem retorno – uma vez que o cruzamos a destruição do Ambiente/ Natureza é inevitável.

Se vivermos uma vida simples existe sofrimento individual – mas sem destruição em grande escala do Ambiente.

Se vivermos uma vida consumista existe sofrimento individual – além da destruição em grande escala do Ambiente.

A natureza do trabalho mental é tal que o homem tem que fazer novo trabalho mental todos os dias – na verdade ele tem que fazer novo trabalho mental a todo momento – O Homem não pode repetir no próximo momento o trabalho mental que ele já realizou no momento anterior.

Um matemático não pode resolver o mesmo problema de matemática todos os dias – Uma vez resolvido ele será forçado a pegar um problema novo (não resolvido). Mesmo quando está resolvendo um problema em particular ele tem que mover de um passo para o outro – há uma mudança contínua envolvida — não há costância em nenhum estágio.

Um engenheiro não pode desenhar a mesma máquina várias vezes – Uma vez feita a máquina ele vai tentar fazer mudanças / desehar uma nova.

Um escritor não pode escrever o mesmo artigo todos os dias – ele será forçado a escrever algo novo todos os dias / a todo momento (Esta também é a razão por trás de discussões / debates / argumentos sem fim).

Discussões, Debates e Argumentos

Vamos examinar quanta discussão nós estamos tendo coletivamente na Sociedade Industrial todos os dias.

Milhões de páginas impressas – jornais / livros / revistas.
Milhões de páginas na internet todos os dias.

Agora adicione a tudo isto a conversação (discussão) que nós temos através do rádio / televisão / telefone e várias outras mídias todos os dias.

Some a tudo isto as discussões que estamos tendo através de interação face-a-face.

O volume de discussão por indivíduo em uma semana é maior que o total de discussão que alguém vivendo numa sociedade pré-industrial teria em toda sua vida.

Há muita discussão na sociedade moderna.
A discussão não está resolvendo nossos problemas – a discussão em si se tornou um problema – um problema gigantesco.

Uma sociedade que realiza trabalho mental irá se discutir até a destruição [extinção]

Uma sociedade que realiza trabalho mental irá se argumentar até a destruição [extinção]

Uma sociedade que realiza trabalho mental irá se debater até a destruição [extinção]

Uma sociedade que realiza trabalho mental nunca pode parar as discussões / debates / argumentos – é impossível. Irá discutir / debater / argumentar até o último momento de sua existência.

Discussões / Debates / Argumentos – estas são criações de uma sociedade que trocou do trabalho físico para o trabalho mental.

Discussões / Debates / Argumentos – estas são as doenças de uma sociedade que trocou do trabalho físico para o trabalho mental.

Discussões / Debates / Argumentos podem acabar apenas em sociedades baseadas na agricultura que realizam trabalho físico.

Não podemos realizar trabalho físico e trabalho mental simultaneamente.

Existe uma relação inversa entre trabalho físico e trabalho mental.
Se um está alto [mais] o outro tem que estar baixo [menos].

Se queremos fazer trabalho físico temos que reduzir a atividade mental pela mesma proporção.
Se queremos fazer trabalho mental temos que reduzir o trabalho físico pela mesma proporção.

Há muito pouca discussão / debate / argumentos em sociedades que fazem trabalho físico – ie, sociedades baseadas na agricultura – E esta é a razão pela qual elas são milhões de vezes mas sãs que as sociedades industriais.

Mudança é uma característica inerente ao trabalho mental.

Já que a mudança é uma característica inerente ao trabalho mental – uma sociedade que realiza trabalho mental nunca pode estar em paz consigo mesma – é impossível.

Uma sociedade que realiza trabalho mental sempre irá ser inquieta.

Apenas aquelas sociedades que realizam trabalho físico [agricultura e outras atividades relacionadas] podem encontrar contentamento e paz.

Enquanto existirem as cidades não podemos salvar nem o ambiente nem a mente.

Para salvar o ambiente [ o que restou ] da destruição o homem terá que retornar ao trabalho físico [ comunidades menores ].

Para salvar a mente de doenças mentais o homem terá que retornar ao trabalho físico [ comunidades menores ].

Criminalidade e Anormalidade

A Sociedade Industrial matou coletivamente bilhões de Animais e Árvores [ Lembre-se – espécies de plantas e animais se desenvolveram num período de milhões de anos]

Também matou a maioria da Água e Ar [ Por favor note – poluir Água e Ar é equivalente a matar Água e Ar ]

O solo não estava fértil quando a terra foi criada. Se tornou fértil – muito lentamente – durant um período de milhões de anos. E veja o que o homem fez – Ele cobriu milhões e milhões de hectares de terra com cimento e concreto. Toda a terra que foi coberta com cimento e concreto foi morta.

O homem acumulou milhares de toneladas de material nuclear altamente radioativo e lixo nuclear que irão continuar sendo altamente radioativas e cancerígenas pelos próximos milhares de anos – e já vazaram para o ambiente centenas de vezes.

Existe um arsenal de 50.000 misséis nucleares que podem destruir o planeta várias vezes.

O que poderia ser mais criminoso do que isto.
O que poderia ser mais anormal do que isto.

Advogados e Juízes estão tentando pegar alguns criminosos.
Eles não percebem que a Sociedade Industrial inteira é criminosa.

Psicólogos e Psiquiatras estão tentando classificar algumas pessoas como anormais.
Eles não percebem que a Sociedade Industrial inteira é anormal.

A alegação da “ciência e tecnologia” de curar o câncer é uma piada. “Ciência e Tecnologia” nunca podem curar o câncer – é impossível. “Ciência e Tecnologia” é a causa do câncer. A maior parte do câncer é causada por substâncias tóxicas – cancerígenas. A Sociedade Industrial inundou os ecossistemas com substâncias tóxicas. A maioria das Terras de Fazenda foi envenenada com pesticidas devido à Agricultura Industrial. A Terra – O Ar – A Água – a cadeia alimentar inteira está contaminada com milhares de substâncias químicas tóxicas feitas pelo homem as quais não existiam antes da industrialização. Existem centenas de substâncias tóxicas feitas pelo homem no sangue, ossos e tecidos dos humanos. Existem substâncias tóxicas feitas pelo homem na placenta de bebês recém nascidos. A Sociedade Industrial está causando milhões de cânceres todos os anos. Destes milhões de casos, “ciência e tecnologia” conseguem tratar uma pequena porcentagem – alguns milhares de casos – através de cirurgia, radiação e quimioterapia, etc… E estes tratamentos dificilmente podem ser chamados de tratamentos reais porque as substâncias tóxicas que são a causa raiz do câncer ainda existem no ambiente. Esta é também a razão pela qual há um alto índice de reincidência / recorrência após o tratamento de câncer. Uma Sociedade Industrial nunca pode previnir alta incidência de câncer, porque está inundando o ambiente com químicas o tempo todo.

A Sociedade Industrial está coletivamente produzindo milhões de toneladas de armas e explosivos [de todos os tipos] todo ano – e depois se pergunta por que há tanta violência neste mundo.

Grande Mistério.

Se você fizer milhões de toneladas de armamentos e explosivos na terra eles serão usados na terra – não serão usados em Marte.

A Sociedade Industrial inteira é um terrorista.
O Complexo Militar-Industrial é o verdadeiro terrorista.
Ciência e Tencologia é o terrorista.

Faça coisas
Compre coisas
Venda coisas

Este não é o propósito da vida.

Destrua a Cultura da Compra.

Ninguém merece mais.
Todos merecem menos.
A vida pode ser mantida an terra apenas quando todos têm menos.

Houve um tempo no qual o Homem nada sabia sobre o número de espécies e das milhões de espécies que existiam.
Hoje o Homem sabe os nomes de milhões de espécies e nada restou das espécies.

Levou milhões de anos para milhões de espécies lentamente chegarem à existência na terra – e o homem dizimou todas as outras espécies.

Depois de destruir milhões de espécies altamente desenvolvidas na terra o Homem está hoje procurando por algumas moléculas de vida no espaço.

Em alguns micróbios, algumas moléculas de metano / água são achadas em Marte – se torna a manchete do jornal.

Chmam isso de progresso.

O seguinte está prestes a se concretizar.

A Natureza pode existir

(1) antes do homem
(2) depois do homem
(3) não com o homem

Destruição do meio ambiente pode ser divida em duas partes – destruição do ambiente para produzir comida – e destruição do ambiente para fazer milhares de bens de consumo. Na Sociedade pré-Industrial as pessoas destruíam o ambiente principalmente para comida. Na Sociedade Industrial as pessoas estão destruindo o ambiente para comida e bens de consumo. Se quisermos salvar o ambiente teremos que diminuir a segunda para o nível mínimo não fazendo todos os bens de consumo que são desnecessários.

O ambiente só pode ser salvo se pararmos a produção da maior parte [ mais de 99% ] dos bens de consumo que estamos fazendo hoje.

O ambiente não pode ser salvo com reciclagem.

A tentativa de uma sociedade industrial de salvar o planeta reciclando é como atirar em alguém 10.000 vezes e tentar salvá-lo retirando apenas uma bala.

O tempo está se esgotando para este planeta.

Quanto à Industrialização há um ponto importante a ser notado. A Sociedade Industrial Moderna tem existido há 100 anos – 200 anos – 300 anos. Quando comparamos este período com a duração total da existência da sociedade humana na terra este período é tão curto – tão pequeno que ele quase não existe. É quase zero.

Os humanos passaram mais de 99% de seu tempo na terra em sociedades não-industriais.

Sociedades não-industriais se mantiveram na terra por milhares de anos.
A sociedade industrial destruiu todos os ecossistemas dentro de 200 – 250 anos.

Coisas materiais não trazem paz e felicidade. Hoje bilhões de pessoas possuem coisas as quais nem Reis possuíam no passado. Carro, computador, televisão, refrigerador, telefone – nenhum Rei em nenhum momento possui estas coisas. Mas as pessoas ainda estão inquietas e infelizes.

A Sociedade Industrial está consumindo drogas psiquiátricas / pílulas para dormir em toneladas e toneladas.

Uma porcentagem muito grande da população está sobrevivendo de drogas prescritas, drogas ilegais, álcool e cigarros.

Um terço da população se tornou gordo como elefantes.

As pessoas falam em aumento do tempo de vida. Qual é a utilidade do aumento do tempo de vida se as pessoas precisam se voltar para Drogas, Álcool e Cigarros para atravessar a vida. E espere mais alguns anos – o tempo de vida médio logo irá se tornar zero – a vida humana irá parar de existir na terra.

[b]O estilo de vida consumista simplesmente não é sustentável[/b]. Se não retornarmos imediatamente a viver uma vida simples e econômica então logo não haverá vida humana na terra. Nós precisaríamos de vários planetas [terras] para sustentar o estilo de vida atual.

O Complexo Militar-Industrial está todo pronto para destruir qualquer vida e ambiente que reste na terra. [b]Existe uma razão pela qual as duas Guerras Mundiais aconteceram no passado recente e não 1000 ano atrás.[/b]

Não era possível fazer guerras mundiais 1000 anos atrás. Guerras Mundiais se tornaram possíveis apenas quando Ciência e Tencologia desenvolveram aviões, navios e outros cargueiros os quais podiam transportar milhões de tropas e milhões de toneladas de armamentos [novamente uma criação da ciência e tecnologia] de um canto do mundo ao outro.

E hoje nem se precisa de tudo isso para lutar numa guerra. Só é necessário mover os dedos para lançar mísseis que podem destruir o planeta várias vezes.

Neste exato momento há vários países travando guerras uns contra os outros. Existe uma guerra interna acontecendo em quase metade dos planetas do mundo. Todas estas guerras estão sendo proporcionadas e mantidas por bilhões de toneladas de armamentos produzidos pelo Complexo Militar-Industrial todos os anos.

E irá ficar pior e pior todos os dias.

Se você matar uma pessoa chamam de assassinato.
Se você matar centenas chamam de terrorismo.
Se matar milhões chamam de guerra.

Ciência e Tecnologia fizeram este mundo [milhões de vezes] mais violento e inseguro do que antes.

Ciência e Tecnologia produziram bilhões de toneladas de armamentos e explosivos – armas químicas, biológicas e nucleares – milhões de toneladas de material Radioativo [ que logo serão usados para fazer bombas radioativas sujas – as quais irão contaminar o ambiente por centenas e milhares de anos]. Ciência e Tecnologia é o verdadeiro terrorista.

Governos e Agências de Aplicação da Lei têm rotulado alguns Ambientalistas de EcoTerroristas.

Quais são as acusações contra os Ativistas Ambientais? – Destruição de propriedade? – expor a vida humana à perigos?

O Complexo Militar Industrial está causando muito mais danos à propriedade – está por aí bombardeando países inteiros – enfraquecendo países inteiros. O Complexo Militar Industrial está colocando em perigo muito mais vida humana – está na verdade matando – matando milhões em Guerra / Violência – diretamente ou indiretamente.

Quem é o verdadeiro Terrorista? – Ambientalistas ou Sociedade Industrial?

A espécie humana tem destruído/ matado animais, árvores, ar, água, terra e pessoas desde o começo da civilização. Ciência e Tecnologia aumentaram esta capacidade destrutiva milhões de vezes

Todo bem de consumo é feito matando animais, árvores, ar, água e terra – diretamente ou indiretamente. [ mais morte da natureza ocorre quando bens de consumo são usados e descartados ].

A matança per capita de animais, árvores, ar, água e terra na Sociedade Industrial é centenas/ milhares de vezes maior do que as da sociedade pré-industrial.

Todo cidadão da Sociedade Industrial é um serial killer – serial killer de animais, árvores, ar, água e terra.

Aqueles que produzem bens de consumo são matadores.
Aqueles que vendem bens de consumo são matadores.
Aqueles que compram bens de consumo são matadores.

Antes da Industrialização os humanos matavam o Ambiente principalmente para Comida, Roupa & Abrigo. Após a industrialização os humanos estão matando o ambiente por Comida, Roupas & Abrigo mais [milhares de desnecessários] Bens de Consumo.

A Sociedade Industrial está destruindo coisas necessárias [Animais, Árvores, Ar, Água e Terra] para fazer coisas desnecessárias [Bens de Consumo].

O Complexo Militar Industrial já matou milhões de pessoas em Guerra/ Violência. Dizimou toda planta e espécie animal. Desturiu todos os ecossistemas. Poluiu e envenenou o Céu, Terra e Oceanos. Já estuprou e pilhou a “Mãe Terra” em nome do Progresso e Desenvolvimento.

Os crimes de “Complexo Militar Industrial” são milhões de vezes maiores que os crimes de Ambientalistas.

Comparar os crimes dos Ambientalistas com os do “Complexo Militar Industrial” é como comparar a Lâmpada com o Sol.

A Sociedade Industrial inteira é um Terrorista.
Ciência e Tecnologia é o Terrorista.
Complexo Militar Industrial é o Terrorista.
Cultura de Consumismo – cultura de fazer, comprar e vender é o Terrorista. [b]Consumismo mata ecossistemas[/b] – Consumismo é o maior ato de violência contra a natureza.

Pense Positivo.

Psicólogos dizem — Pense Positivo.
Políticos dizem – Pense Positivo.
Economistas dizem – Pense Positivo.
Cientistas dizem – Pense Positivo.
Todos dizem – Pense Positivo.

O gelo Ártico está derretendo – Geleiras estão derretendo – Rios estão secando.
Pense Positivo.

A população de peixes nos Oceanos diminuiu para 1/3 do que era 100 anos atrás.
Pense Positivo.

Os níveis de poluição estão altos e profundos.
Pense Positivo.

Costumavam existir milhões de membros na maioria das espécies de Animais e Pássaros. Agora estão na casa dos milhares e centenas.
Pense Positivo.

O clima está ficando mais e mais irregular e imprevisível.
Pense Positivo.

Metal em todo lugar – Concreto em todo lugar – Plástico em todo lugar.
Pense Positivo.

Todas as culturas locais foram destruídas em nome do consumismo e globalização.
Pense Positivo.

Pensar positivo é o auge da insanidade.
Pensar positivo é o auge da anormalidade.

Este é um mundo que se tornou completamente incapaz de sentir Dor, Compaixão, Remorso e Culpa.
Este planeta está sendo destruído de momento a momento – e as pessoas estão pensando positivo.

Muito em breve irá existir 1 Animal e 1 Árvore restantes neste mundo – e as pessoas continuarão pensando positivo.

Eles estarão organizando Seminários, Conferências e Reuniões Globais para salvar o Ambiente.

Existe um ponto importante que a espécie-humana necessita entender. [b]As pessoas pensam que podem salvar o Ambiente fazendo alguma coisa[/b].

Nunca poderemos salvar o ambiente fazendo alguma coisa.

É a hiperatividade que destruiu o ambiente em primeiro lugar.

A Espécie-Humana é a única dentre milhões de espécies que pratica a hiperatividade neste planeta [ E por esta mesma razão a espécie humana irá existir na terra pela menor quantidade de tempo ].

E não é Hiperatividade Média – É Hiperatividade Excessiva – Hiperatividade Exponencial.

Não podemos salvar o ambiente fazendo alguma coisa.

Só podemos salvá-lo fazendo menos do que estivemos fazendo – muito menos do que estivemos fazendo.

Se queremos salvar o ambiente nós teremos que reduzir a atividade humana [hiperatividade] em 99%.

Uma pessoa está sendo esfaqueada repetidamente em intervalos regulares – a cada hora.

Algumas pessoas estão tentando salvar a vítima.

A maneira sã de salvar é – primeiro você pára o ataque – você previne o ataque.

O que estas pessoas insanas fazem – eles permitem que o ataque continue. Eles não o param — eles não previnem.

Em vez disso, o que eles fazem – Eles dizem que nós iremos salvar a vítima usando tecnologia – a melhor tecnologia – o melhor cuidado médico.

Traga esta tecnologia – Traga aquela tecnologia.

Traga esta tecnologia – Traga aquela tecnologia.

Eles dão à vítima a melhor tecnologia – o melhor cuidado médico.
Enquanto isso o esfaqueamento continua – a cada hora – mesmo enquanto o melhor cuidado médico está sendo dado.

Pode-se imaginar o destino da vítima.

Ecossistemas estão sendo destruídos devido à produção de bens de consumo.

Todo bem de consumo é feito matando animais, árvores, ar, água e terra – diretamente ou indiretamente. [ mais matança da natureza ocorre quando bens de consumo são usados e descartados]

A Sociedade Industrial está destruindo coisas necessárias – animais, árvores, ar, água e terra para fazer coisas desnecessárias – bens de consumo.

A maneira sã de salvar o ecossistema é – você pára a produção de bens de consumo – você reduz a produção de bens de consumo para o nível mínimo.

Mas a Sociedade Industrial insana continua produzindo bens de consumo [ na verdade a produção aumenta a cada dia]

A resposta insana da Sociedade Industrial é – Nós iremos salvar o ambiente com tecnologia – a melhor tecnologia.

Traga esta tecnologia – Traga aquela tecnologia.

Traga esta tecnologia – Traga aquela tecnologia.

Enquanto isso a produção de bens de consumo continua – 3 bilhões de pessoas vivendo em cidades estão continuamente engajadas em – produzir, comprar e vender bens de consumo – matando os ecossistemas de momento a momento.

Pode-se imaginar o destino do ambiente.

O Cúmulo da Insanidade…….O cúmulo da Anormalidade

Destrua o consumismo….. antes que seja tarde demais.
Destrua a Sociedade Industrial…..antes que seja tarde demais.

A Lógica Ilógica do Homem

Alguns pássaros se infectaram com gripe aviária e o Homem começou a matar milhões de pássaros.
Eles dizem que pássaros são uma ameaça para humanos.

Algum tempo atrás houve a doença da Vaca Louca e o Homem começou a matar centenas de milhares de vacas.
Eles disseram que as vacas são uma ameaça para os humanos.

Desde que o Homem chegou à existência – milhões de humanos com doenças contagiosas infectaram milhões de outras pessoas com tais doenças – e irão continuar a infectar mais milhões no futuro.
Tais pessoas são uma ameaça ao resto das pessoas.
O Homem deve seguir a mesma lógica aqui e matar todas as pessoas infectadas.

Foi o Homem que matou milhões de pessoas em Guerras e outras formas de Violência – e pode matar mais milhões a qualquer hora no futuro.
O Homem deve seguir a mesma lógica e matar todas as pessoas.

É a espécie humana a maior ameaça para humanos e toda outra vida neste planeta – Na verdade a espécie humana é a única espécie a qual é uma ameaça para toda a vida na Terra.

O homem dizimou todas as espécies de Animais e Plantas – poluiu o Céu e Oceanos – e envenenou cada metro quadrado da terra.

Em meros 200 – 300 anos a Sociedade Industrial destruiu tudo que a Natureza trabalhosamente criou num período de milhões de anos.

Humanos representam a maior ameaça para outros humanos.
Humanos representam a maior ameaça para toda outra vida na terra.

O suposto Homem Racional e Civilizado deve seguir a mesma lógica aqui – e destruir a raça humana inteira.

Por favor note:

Se você pratica criação de animais – Se você tortura os pássaros – confina milhões deles em condições de prisão – privando-os da Luz do Sol e da liberdade de andar e voar – você está criando um ambiente para a proliferação de vírus e doença.

Estilo de Vida de Destruição em Massa

Destruição é uma característica inerente do Desenvolvimento.

[b]Progresso = Destruição da Natureza[/b]
Desenvolvimento = Destruição da Natureza

Podemos ter um Estilo de Vida Sustentável.
Não podemos ter Desenvolvimento Sustentável.

Desenvolvimento nunca pode ser sustentável.
Sustentabilidade e Desenvolvimento não podem coexistir.

Desenvolvimento e Sustentabilidade são opostos.
Desenvolvimento e Sustentabilidade são contraditórios.

Vida Sustentável está associada com consumir menos – estar satisfeito com uma vida simples e econômica.
Desenvolvimento está associado com desejos que nunca acabam – sempre querendo mais.

Estilo de Vida Sustentável requer Constância.
Estilo de Vida Sustentável requer Igualdade.
Estilo de Vida Sustentável requer Repetição.

Desenvolvimento está associado com Mudança.
Desenvolvimento está associado com Novo.
Desenvolvimento está associado com Transição.

Sociedade Industrial nunca pode ser sustentável – Quando você faz milhares de bens de consumo você mata a Natureza – você mata Animais, Árvores, Ar, Água e Terra.

“Índice de Crescimento” – “Índice da Economia” – “PIB”
Estas são cifras de “Ecocídio”.
Estas são cifras de “crimes contra Natureza”.
Estas são cifras de “destruição de Ecossistemas”.
[b]Estas são cifras de “Insanidade, Anormalidade e Criminalidade”.[/b]

Uma Sociedade que faz trabalho mental [com base na cidade] nunca pode ser sustentável – irá continuar a produzir bens de consumo – destruindo o ambiente de momento a momento.

Apenas sociedades baseadas na agricultura que fazem trabalho físico podem ser sustentáveis.

O termo Desenvolvimento Sustentável é como os termos

Caminhada Estacionária.
Conversa Silenciosa.
Sono Acordado.
Sol Escuro
Tortura Gentil.
Chuva Seca.
Guerra Pacífica.

[b]Crescimento e desenvolvimentos infinitos num pequeno planeta que tem apenas 40.000 km de circunferência? – A Sociedade Industrial é insana.[/b]

O Homem pode reparar e restaurar as coisas que foram feitas por ele mesmo. Carro, Computador, Aeroplano, Foguete – se algo der errado com estas coisas o homem pode reparar e restaurar.

O homem não pode reparar e restaurar a Natureza/ Ambiente – porque o homem não fez a Natureza/ Ambiente. Uma vez que é destruída uma Floresta – ela se foi por milhões de anos. Não se pode criar uma Floresta em 5 ou 50 anos – leva milhões de anos para fazer uma floresta – contendo milhões de espécies de animais, insetos, pássaros, plantas e árvores. O homem pode criar uma plantação em 5 ou 50 anos – não uma floresta.

A única maneira de salvar o Ambiente é não destruindo – deixe-o em paz – não o perturbe. Se você destrói o Ambiente você não pode repará-lo e restaurá-lo.

Nenhuma Companhia Multi Nacional pode manufaturar as Florestas Tropicais da Amazônia
Nenhuma CMN pode manufaturar Rios e Oceanos.
Nenhuma CMN pode manufaturar Montanhas e Desertos.
Nenhuma CMN pode manufaturar milhões de espécies e solo fértil.
Nenhuma CMN pode manufaturar o Sol.

As geleiras derreteram. O Gelo Ártico derreteu. O Homem pode usar toda sua Tecnologia – toda a Refrigeração e Tecnologia de Ar Condicionado mas ele não será capaz de recriar as geleiras e o Gelo Ártico.

Muitas espécies de animais selvagens costumavam ter centenas de milhares/ milhões de membros. Agora está na casa das centenas/ milhares. Qual CMN irá restaurar a população animal ao seu nível original?

Os Oceanos já foram quase esvaziados de todos os grandes Peixes. Qual CMN irá trazer os peixes de volta para o Oceano?

O Homem já caçou várias espécies até a extinção após a Revolução Industrial. Qual CMN irá fazê-los reaparecerem?

Havia um tempo em que o Homem costumava dizer –

Eu trabalho para alimentar minha família.
Eu trabalho para colocar Comida na Mesa.

Hoje o homem está colocando muito mais do que Comida na Mesa.

Carros, Computadores, ipods, Aeroplanos, 200 Canais de TV, Iates Luxuosos, Férias no Caribe, Mansões, Video Fones, Roupas de Marca, Drogas, Cirurgia Cosmética …………… A lista não tem fim.

O Homem está colocando milhares de bens de consumo e serviços na Mesa.
Há peso demais na Mesa.
E a Mesa já começou a ruir.

Quanto mais você coloca em sua mesa mais você tira das bocas de Animais e Pássaros.

Quanto mais você coloca em sua mesa mais você mata Animais e Árvores.

Quanto mais você coloca em sua mesa mais você mata Água, Ar e Terra.

Quanto mais você coloca em sua mesa mais você mata Montanhas e Vales.

Quanto mais você coloca em sua mesa mais você mata o Céu e Oceanos – Os Rios e Lagos.

Há tantas coisas na Mesa que quase não se vê a Comida.

Nós precisamos de apenas algumas coisas para viver.
E estamos fazendo milhares de coisas.

Bilhões de pessoas estão engajadas em fazer, comprar e vender milhares de bens de consumo.

Destrua a Cultura de “Shopping”.

Volte para a Vida Simples.
Volte a colocar apenas Comida na Mesa.

sushil yadav, Nova Dheli, Índia

Esse post foi publicado em Outros Textos. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Sociedade Industrial Destrói Mente e Ambiente

  1. gilberto disse:

    Que baita desabafo! Me senti bem representado e menos estranho .

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s